Igreja Matriz do Cartaxo

A igreja matriz do Cartaxo, cujo orago é S. João Batista, é uma reconstrução do século XVII e nada de notável possui sob o ponto de vista da arquitectura. A igreja primitiva era do século XIV e foi sagrada pelo bispo D. Ambrósio, como consta duma inscrição que se encontra na porta. A torre da igreja foi demolida pelo forte abalo de terra de 23 de Abril de 1909, não tendo sido feliz, sob o ponto de vista artístico, a sua reconstrução. O interior do templo está muito bem cuidado. Formado por uma ampla nave única. O tecto, em madeira, desdobra-se em três planos. Possui seis altares: Além do mor, o do Sagrado Coração de Jesus, Senhor dos Aflitos, Nossa Senhora de Fátima, Imaculado Coração de Maria e São José.
Ao lado da Igreja, existe um cruzeiro Manuelino, o Cruzeiro do Senhor dos Aflitos classificado como Monumento Nacional, coberto com alpendre de madeira que data do 1º quartel do séc. XVI. Nele tem esculpido em pedra, a imagem do Senhor dos Aflitos Crucificado, obra de grande valor artístico, não só pela perfeição dos seus rendilhados, como pela nitidez das figuras em que os ornatos são feitos de uma só pedra.
Da pertença do extinto Convento da Ordem de S. Francisco, foi colocado posteriormente em frente à Igreja Matriz, onde permaneceu até 1869, data em que foi transferido para o lugar onde se encontra actualmente.

Cultura

Imprimir

Deixe o seu comentário

Tem de estar logado para poder comentar.

Enviar a um amigo

Contactar Responsável