Prepare a sua viagem

A peregrinação exige um bom planeamento, principalmente quando é feita sem uma equipa de apoio. Deve ter em conta boas práticas de segurança. Leve um colete reflector.

Deve ser levado em conta a condição física de todos os elementos do grupo e planear o número de Km que serão percorridos diariamente. Aconselhamos a planear percursos que não ultrapassem os 40 km diários. Para isso pode consultar a funcionalidade das Rotas dos nossos mapas e ter em conta as informações que encontra ao longo do percurso. Deve ter uma especial preocupação com os locais onde pode comer, descansar e dormir.

Duas Regras de Ouro:

1 – Quanto menos peso, melhor!

2 – Quanto menos volume, melhor!

 

(O rotas explica como preparar a mochila)

Conselho prático: Vista a mochila antes de a comprar

Nunca sair da loja antes de experimentar a nova mochila. Verificar se se ajusta bem ao corpo. Coloque algum peso para testar a sua utilização, e verifique as fivelas dos ombros e barriga. Proporcionar o transporte de carga em harmonia com a constituição física humana é a principal função da mochila. Na hora de escolher a sua, preste muita atenção em como ela se ajusta às costas e aos quadris. Existem mochilas feitas especialmente para as mulheres, com alças curvas e barrigueira (fivela  que aperta na zona barriga) confortável. Verifique se a curvatura das alças não incomoda à altura dos seios. Depois de algumas horas de caminhada, alças inadequadas podem aleijar.

Há duas hipótese para arrumar uma Mochila:

H1 – Empacotar com um saco de plástico cada uma das mudas de roupa (meia, cuecas, t-shirts, etc).

H2 – Empacotar em sacos plásticos itens iguais: meia com meia, t-shirt com t-shirt, etc.

 

Estando tudo embalado em plástico, que tem a dupla função de melhorar a organização da mochila e de proteger da chuva, é hora de arrumar a mochila, de acordo com a seguinte ordem:

1 – Em baixo, coloque o saco de dormir, que deverá ter sido arejado uma semana antes. Enrole-o bem apertado para diminuir o volume;

2 – Em seguida coloque os sacos com as roupas leves (t-shirt e cuecas);

3 – Depois as roupas pesadas (calças, casacos) e os calçados;

4 – Com fácil acesso (como bolsos laterais), guarde o kit de primeiros socorros (contendo, por exemplo creme muscular, pensos rápidos de vários formatos, etc.), e tudo o que possa precisar numa emergência, como a capa de chuva, o material de higiene, a lanterna, a carteira com dinheiro e documento de identidade;

5 – Os cantis são fundamentais. Colocar numa zona de fácil acesso.

 

Dois conselhos fundamentais relacionados com o que vestir e o calçar:

1 – O vestuário deve ser especial para a ocasião.

Não vestir de jeans/ganga.  Levar um anorak e casaco, pois o tempo pode mudar.  Usar camisa desportiva, que não molhe, feita de material sintético, sem algodão. Usar roupas confortáveis e calça que permita movimentos, permanecendo sempre seca, feitas de tecidos sem algodão.

2 – Usar botas.

Nada de usar calçado de cidade. Se o calçado for novo, usar antes para ver se está confortável, de preferência, faça uma caminhada de duas horas. A pior coisa é usar um calçado que aleije o pé.

 

(O Rotas dá um exemplo pratico para uma peregrinação de 3 dias)

 

Vestuários:

05 t-shirt (trocar regularmente)

02 shorts ou bermudas

05 pares de meia (trocar regularmente)

01 capa de chuva (Poncho ou Anorak)

01 agasalho para frio

01 Meias anti-bolhas

01 ténis sobressalente (chuva)

01 chinelo

01 calças

 

Equipamento:

Mochila (coloque reflectores traseiros na mochila)

Bastão de caminhada (metal ou madeira)

Isolante térmico para o chão

Esteira de espuma para colocar por baixo do saco de cama

Lanterna pequena com pilhas novas

Lanterna frontal com aplicação na cabeça

Chapéu

Caneta e papel

Sacos plásticos para roupas sujas

Saco cama

Repelente contra insectos (não spray)

Protector solar

Cantil

 

Higiene:

01  sabonete

01 pasta dentes pequena e escova de dentes

01 pente ou escova de cabelo

01  Shampoo (suficiente 2/3 lavagens)

Vaselina esterilizada para os pés

Protector solar

Desodorizante

Papel higiénico

Saco do lixo

 

Utensílios para alimentação:

01 “banana” de cintura para guardar os utensílios

01 prato fundo de plástico (não descartável)

01 caneca de plástico (não descartável)

01 colher, garfo e faca (não descartável)

 

 

(O rotas diz o que é proibido levar)

– Vidros, louças ou qualquer outro tipo de material que ao quebrar possa provocar ferimentos.

– mini-games, brinquedos ou qualquer outro tipo de bugiganga, pois não haverá tempo para o seu uso. Aproveite a oportunidade do contacto com a natureza/pessoas fazendo coisas diferentes daquelas que podem ser feitas na cidade.

– Chocolates, salgadinhos ou qualquer outro tipo de alimento que descontrole a alimentação e cause distúrbios orgânicos.

– Produtos em forma de spray (desodorizante, repelente, etc.).